Tag Archives: apoio à adolescente grávida

Exercícios físicos são aliados de uma gestação saudável

2/07/2015
gravida-exercicio

Matéria feita por: Ginecologista e Obstetra Dra. Erica Mantelli (CRM-SP: 124.315), pós–graduada em Sexologia pela Universidade de São Paulo (USP) A prática esportiva melhora o tônus muscular, a força e a resistência em qualquer época da vida, mas durante a gravidez traz benefícios extras. As atividades físicas diminuem as dores nas costas, a prisão de ventre, a fadiga e o inchaço nas futuras mamães. A ginecologista e obstetra Erica Mantelli explica como o corpo da gestante reage aos exercícios. “Ao realizar atividades físicas a gestante está contribuindo para que seu corpo suporte melhor os quilos extras que chegam com o bebê,Leia mais …

Mãe destaca a importância do pré-natal

12/06/2015
pre-natal

Mãe de primeira viagem, a auxiliar de escritório, Jucielen Augusta Seabra, 22, e o marido descobriram a gravidez já no segundo mês de gestação. O atraso na menstruação fez com que ela fizesse um primeiro exame de sangue mas ela lembra que os dois não souberam interpretar o resultado do exame. “Como não apareceu a palavra “positivo” pensamos que eu não estava grávida. Mas a minha menstruação continuou atrasando e minha barriga começou a crescer”, conta. Por isso ela procurou a Unidade Básica de Saúde (UBS) perto de sua casa e a gestação foi confirmada. “Foi uma alegria geral eLeia mais …

Diabetes tipo 1 na gravidez pede cuidados redobrados

21/05/2015
diabetes-gestacional

A gravidez é um momento especial na vida da mulher – tudo que desejamos é um período sem complicações tanto para a mãe, quanto para o futuro bebê. Na paciente com diabetes tipo 1, a gestação irá precisar de alguns cuidados, como planejamento e preparação. Um dos maiores cuidados quando uma paciente diabética tipo 1 fica grávida é com relação aos seus níveis de açúcar – a glicemia e a hemoglobina glicada. É importante saber se esses níveis estão controlados, pois quando muito altos (hemoglobina glicada maior que 10%) aumentam o risco do bebê nascer maior para sua idade gestacional.Leia mais …

Jovens aprendem os cuidados da gravidez na adolescência com o Projeto Menina-mãe

7/05/2015

Quando se é mãe na adolescência, a descoberta da maternidade vem acompanhada com várias dúvidas e inseguranças. E para dar suporte às adolescentes que enfrentam este período cheio de surpresas, o Projeto Menina-mãe oferece oficinas práticas sobre os cuidados a serem tomados ao longo da gestação. Semanalmente, das 8h às 18h, as jovens mães que participam das práticas aprendem os cuidados a serem tomados na gestação e após o nascimento do bebê. As atividades vão desde a troca de fraldas como até amamentar de forma correta. No projeto, há também oficinas de arte e cursos profissionalizantes, com o intuito deLeia mais …

No Brasil, 75% das adolescentes que têm filhos estão fora da escola

31/03/2015

Sheila Andrade tinha 16 anos e iniciava o terceiro ano do ensino médio na Zona Sul de São Paulo quando descobriu que estava grávida do então namorado. Aos cinco meses de gravidez, a dificuldade de se locomover a pé até a escola a fez desistir de estudar. Hoje, seu filho Brayan tem seis meses, e a jovem passa os dias em casa cuidando do bebê, enquanto tenta uma vaga em uma creche pública, para poder então voltar às aulas. A jovem Sheila, hoje com 17 anos, encara a realidade de outras mais de 309 mil mães adolescentes que estão foraLeia mais …

Noite da Pizza em prol do Projeto Menina-mãe

19/02/2015

No dia 20 de março acontece a XXXIII edição da Noite da Pizza, evento realizado na sede da APM Santos em prol do Projeto Menina-mãe, em Santos. O evento acontece a partir das 20h30. O objetivo da Noite da Pizza é chamar a atenção sobre os problemas de gravidez na adolescência e alertar para a necessidade de cuidados especiais para as jovens que passam por uma gestação nesse período da vida. Além da ajuda ao Projeto garantida por quem participar desse encontro, a Noite da Pizza tradicionalmente é uma noite de diversão e sabor. E quem garante as deliciosas pizzas são nossosLeia mais …

Grávida pode pular Carnaval?

12/02/2015

Quem espera um bebê, certamente, já ouviu ou até já se cansou de repetir aquela máxima que diz: “Gravidez não é doença”. E não é mesmo! A barriguinha – ou o barrigão – não vai impedir você de aproveitar um dos feriados mais animados do ano. Bailes, desfiles e festinhas podem, sim, entrar no roteiro de passeios das futuras mães – desde que não apresentem nenhuma condição de risco e a mulher tenha o aval do obstetra. Só é preciso escolher bem o seu destino e tomar alguns cuidados básicos. Fora isso, é só preparar a serpentina e o confeteLeia mais …

Estudo diz que número de grávidas antes dos 15 não reduz desde 2000

16/12/2014

Um estudo divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que desde o ano 2000 o Brasil não consegue reduzir o número de meninas que ficam grávidas com menos de 15 anos. E a gravidez precoce leva muitas delas a ter filhos em condições precárias e a abandonar a escola. Na maternidade ela era a mais novinha: mãe aos 12 anos de idade. O namoro precoce foi sem cuidados para evitar a gravidez. “Eu nem lembrava de tomar remédio remédio, quando eu lembrava do remédio já era no outro dia”, conta a menina. A bebê nasceu no sétimo mês de gestação. ALeia mais …

Cuidados no tratamento de um bebê prematuro

21/05/2013
alt

21/05/2013     Mesmo com um desenvolvimento dentro do esperado, as crianças prematuras necessitam de um olhar mais atento. Estudos mostram que uma criança que nasceu prematuramente necessita mais de atendimentos na área de saúde do que os bebês a termo, isto é, que nasceram no tempo correto.   A doutora Beatrice Larroque e o doutor Pierre-Yves Ancel, pesquisadores de uma universidade da França, analisaram 2901 bebês prematuros nascidos entre a 24ª e 32ª semanas de gestação e 667 bebês a termo nascidos entre a 39ª e 40ª semanas de gestação.   Todos os bebês foram analisados ao nascer eLeia mais …

Dicas para evitar as assaduras no bebê

13/05/2013
alt

13/05/2013         As assaduras em bebês são um incômodo e tanto. Além de deixar a pele dos pequenos irritada, vermelha, com ardência, coceira e dor podem ter como consequência prejuízos no sono e na alimentação. Muitas mamães acham que as assaduras só aparecem na região das fraldas, mas não é só nessa área. Podem ocorrer em regiões mais quentes e em outras dobrinhas, como no pescoço e embaixo do queixo.   A principal causa da assadura é a umidade. Uma assadura inicial deve melhorar cerca de dois após o início do tratamento recomendado pelo médico (normalmente comLeia mais …