Pés inchados no início da gravidez – É normal?

As mudanças que a gravidez pode trazer para uma mulher são diversas, tanto psicológicas quanto físicas. Mas enquanto algumas partes do corpo mudam e se transformam para receber uma nova vida, outras partes também são afetadas indiretamente. É o que ocorre, por exemplo, quando percebemos que uma mulher está com os pés inchados no início da gravidez.

Os pés inchados no início da gravidez, é algo comum e que pode ocorrer por diversos motivos, mas não é só porque é considerado comum que não é um problema que deve ser tratado, principalmente quando isso começa a incomodar a gestante.

Os pés não são exclusividade do inchaço na gravidez, que pode ocorrer com todo o corpo da mulher e em diversas fases da gestação. E apesar dos problemas serem muito parecidos uns com os outros, ter os pés inchados no início da gravidez é uma das coisas mais assustadoras para as mulheres pode algumas razões.

Preocupação na Gravidez

A primeira é porque essa é uma mudança que nunca tinha acontecido antes (pelo menos não nessa gravidez) e algo diferente sempre é visto com desconfiança. A segunda é porque, como ocorre ainda no início da gravidez, faz com que muitas pensem que há algo de errado com elas.

A terceira é porque o inchaço nos pés, especificamente, pode incomodar e até causar dor em alguns casos. É sempre importante visitar um médico quando essa dor começar a impedir que a mulher possa ter uma gravidez confortável.

Para entendermos melhor como nos livrarmos desse incômodo e fazer com que a gravidez não seja afetada, é preciso primeiro entender por que motivo esse inchaço ocorre e como ele ocorre no corpo de uma grávida.

Por que o Inchaço na Gestação Ocorre?

Quando uma mulher está grávida, diversas mudanças ocorrem em seu corpo e podemos afirmar que a principal é o crescimento do útero e, consequentemente, o da barriga também. Tal crescimento desses órgãos faz com que algumas veias que ligam os membros inferiores a outras partes do corpo sejam pressionadas e, como consequente, fazem com que o sangue se acumule mais nessa região do corpo.

Como os pés são a parte mais inferior do corpo de uma pessoa, eles acabam sofrendo mais inchaço do que outras partes do corpo, ainda que não sejam os únicos a sofrerem esse tipo de inchaço. Com o tempo, o próprio corpo vai se acostumando e se adaptando a essas mudanças, mas no início da gravidez isso pode causar um pouco mais de desconforto.

Dito isso, é importante frisar que o inchaço na gestação é algo normal e que acontece com todas as mulheres que ficam grávidas. Mas se a mulher se sentir incomodada ou sentir dores por conta disso, existem algumas coisas que podem ser feitas para aliviar esses sintomas.

Como Diminuir o Inchaço na Gestação?

Para evitar ter os pés inchados no início da gravidez, há diversas coisas que uma mulher pode fazer, desde pequenas mudanças em seu comportamento no dia a dia até algumas mudanças na alimentação que vão facilitar a circulação do sangue. Algumas das principais dicas para diminuir o inchaço na gestação são:

  • Evitar ficar em pé por muito tempo – Isso vai forçar os pés e fazer com que o sangue tenha que trabalhar mais para chegar até eles, resultando em um inchaço.
  • Evitar andar de saltos altos – Mais um item na lista do que evitar. Uma grávida com saltos altos vai forçar muito os pés e fazer com que o inchaço ocorra ainda mais rápido e talvez de forma mais incômoda. Evite esse tipo de calçado durante a gestação.
  • Fazer pequenas caminhadas – Exercícios para grávidas são ótimos aliados na hora de combater inchaços e ajudar na circulação. Pequenas caminhadas vão fazer com que seu sangue circule bem sem que você faça muito esforço. Mas não exagere, 30 minutos de caminhada 3 vezes por semana são suficientes.
  • Tomar muita água – Outra grande aliada sempre é a água, que além de hidratar, também ajuda a diminuir a retenção de líquidos em seu corpo.
  • Descansar deitada de lado – Isso faz com que o sangue do corpo circule bem e que os pés não tenham trabalho, o que contribui para evitar ter os pés inchados no início da gravidez.
  • Massagem nos pés – Massagens são ótimas aliadas para ajudar na circulação do sangue na área, além de também serem muito relaxantes.

Alimentação Para Evitar os Pés Inchados no Início da Gravidez

Além de todas essas formas de evitar os inchaços na gravidez, também há algumas mudanças na alimentação que uma grávida pode mudar para que não sofra com esse tipo de problema. A principal arma em termos de alimentação contra o inchaço na gravidez são os alimentos diuréticos como a salsinha, beterraba, espinafre, pepino, laranja e maracujá, por exemplo.

Eles fazem com que o sangue circule melhor, evitam a retenção de líquidos e, consequentemente, o inchaço nos pés. O contrário também existe, alguns alimentos que retém o líquido podem ajudar a piorar o inchaço, como é o caso do açúcar, sal, linguiça e principalmente produtos industrializados como enlatados e congelados.

Cuidado com outros Tipos de Problemas

Existem alguns casos onde o inchaço na gravidez incomoda ou dói muito. Pode ser o caso de procurar um médico e ver se o problema não é algo mais sério. Principalmente quanto a mulher tem tendências ou histórico de problemas de circulação, é importante ter a atenção redobrada e tomar as atitudes para evitar o inchaço com ainda mais cautela do que o normal.

A pré-eclâmpsia é um dos problemas que podem surgir a partir dos inchaços de uma grávida, problema que está diretamente relacionado a pressão da mulher, então, se o inchaço estiver além do normal, procure um médico.

Ter os pés inchados no início da gravidez é um dos efeitos colaterais que todo esse processo traz. Com o tempo, aprendemos que além dele também existem outros e que para todos há formas de tratarmos.

É necessário aprender a conviver, mas também ter a consciência de que isso é algo comum e que acontece com praticamente todas as mulheres que ficam gravidas. É claro que, quando um problema desse tipo incomoda ou causa muita dor é hora de procurar um médico para verificar se o inchaço nos pés não está causando outras doenças que podem ser mais complicadas de serem tratadas.

Por isso e tão importante que, mesmo que seja algo comum, os cuidados sejam tomados desde o início, pois é a melhor forma de evitar que problemas maiores ocorram.

21/02/2019