Gestantes, o seu calendário de vacinação é tão importante quanto o do seu bebê!

Toda mãe se preocupa com as vacinas de seus filhos. Nós temos todo o cuidado do mundo com os prazos e doses porque não queremos vê-los doentes, principalmente quando são bebês e ainda não têm seu sistema imunológico forte e preparado para se defender de doenças. Mas o que você precisa saber é que o cuidado com a imunização deve começar ainda durante a gestação. Isso mesmo: grávidas podem e devem se vacinar, acompanhando o calendário de vacinação adequado. 

“Infelizmente muitas pessoas imaginam que gestantes não podem se vacinar. Não é verdade, algumas vacinas são especialmente recomendadas para elas”, afirma Isabella Ballalai, mãe de Nicolle, Gabriel, Lucas e Philippe, pediatra e presidente da Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm). Isabella explica que os anticorpos gerados pela vacinação, além de protegerem a mãe, são transmitidos para o bebê pela placenta e, depois, pelo leite materno. Esse cuidado é muito importante pois vai fazer com que ele nasça com esses anticorpos e esteja protegido pelos primeiros meses de vida, até que tenha condições de produzir os seus próprios. 

Existem vacinas recomendadas para todas as gestantes, são elas: 

  • Influenza (gripe): a doença pode ser até fatal entre os bebês;
  • Hepatite B: a preocupação é com uma possível transmissão na hora do parto, quando o bebê tem contato com o sangue da mãe. 
  • Dupla bacteriana do tipo adulto (DT): previne contra difteria e tétano  
  • Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto (dTpa): previne contra difteria tétano e coqueluche 

E não tem desculpa: todas essas vacinas são disponibilizadas na rede pública e privada!

10/05/2018