Conhecer os sinais de que o bebê está chegando pode ajudar a tranquilizar as futuras mamães

grávida

O trabalho de parto sempre é um motivo de grande preocupação por parte das gestantes, já que é um momento que, embora possa ser planejado, pode sofrer alguns imprevistos. Uma das formas de garantir tranquilidade durante o nascimento é entender todo o processo de nascimento do bebê.

O ginecologista e obstetra Dr. Alberto Guimarães, entusiasta do parto normal e idealizador do programa “Parto sem Medo” conta que, ainda no pré-natal, a mãe deve munir-se de informações que possam lhe ajudar a identificar quando o momento está chegando, vencer o medo e atenuar a preocupação com as dores. Estes são os sinais que o corpo da mulher apresenta quando está na hora de entrar em trabalho de parto:

Tampão de Muco – um dos sinais de que o trabalho de parto está próximo é quando a grávida expele uma secreção de cor amarronzada com traços de sangue. Trata-se do tampão de muco que protege o colo do útero. O “sinal”, como alguns médicos chamam, alerta sobre a proximidade do parto, que pode acontecer rapidamente ou dentro de alguns dias;

Contrações – no início do trabalho de parto, as mães podem sentir contrações leves e espaçadas, onde um banho morno e descanso podem garantir o alívio do incômodo. Quando as contrações começarem a ser frequentes e mais intensas as medidas de relaxamento podem não ajudar e é hora de buscar a ajuda de um médico;

Cólicas e dores lombares – outro indício que sinaliza a hora do nascimento do bebê são as dores frequentes e uma espécie de cólica, semelhante à cólica menstrual. Neste caso, o médico pode prescrever remédios para aliviar os sintomas, além dos banhos relaxantes. Caso não funcione, isto significa que o parto está mais próximo que nunca;

Rompimento da bolsa – quando a bolsa rompe, a mãe pode sentir um líquido turvo, e com alguns traços brancos, descer pelas pernas. Uma das grandes características é que a grávida não consegue controlar este vazamento de líquido amniótico.

O médico conta que as grávidas geralmente conseguem identificar sem dificuldades quando o bebê realmente está chegando. “No parto humanizado a mamãe e o bebê são o centro de tudo. O obstetra, a doula e toda a equipe, incluindo o pai, estão lá para dar o suporte e fazer com que a experiência seja a mais tranquila possível e manter a vida de ambos em segurança. No entanto, é importante lembrar que o parto é uma experiência da mulher, acima de tudo”, finaliza Guimarães.

Fonte: Grávidas e Antenadas

29/03/2017